Notícias

23/08

voltar

Prêmio Estácio de Jornalismo divulga vencedores da edição 2012 Organização anuncia aumento no valor da premiação de R$ 68 mil para R$ 100 mil em 2013

Organização anuncia aumento no valor da premiação de R$ 68 mil para R$ 100 mil em 2013

A Estácio realizou nessa quinta-feira (23/08) a cerimônia de entrega do Prêmio Estácio de Jornalismo – Edição 2012. O evento, que ocorreu no Campus Chácara Flora, em São Paulo, reuniu mais de 100 pessoas, entre convidados, colaboradores da Estácio e jornalistas de todas as regiões do Brasil, que disputavam premiações de R$ 7 mil e R$ 10 mil nas categorias impresso, TV, rádio e internet.

Na abertura da cerimônia, o presidente da Estácio, Rogério Melzi, destacou a importância do trabalho da imprensa no segmento de ensino superior. “A Educação Superior é um tema de extrema importância para o Brasil. Se o país não fizer a revolução que precisa na área educacional, seu crescimento não será sustentável. Atualmente, muitos brasileiros da classe C são os primeiros na família a conquistar o diploma de nível superior. E a Estácio acredita que a imprensa é essencial para fomentar a discussão do setor para que mais brasileiros entendam a importância do acesso à universidade”, explicou o presidente. No encerramento, Rogério Melzi anunciou que o valor total das premiações para a próxima edição do Prêmio Estácio de Jornalismo será de R$ 100 mil.

Conheça abaixo os premiados da Edição 2012:

Impresso Nacional:
Fábio Takahashi e Vanessa Correa, com o trabalho “UNIVERSIDADE FRAUDA MEC E PAGA COMISSÃO A IGREJAS”, publicado no jornal Folha de S.Paulo.

Impresso Regional:
Maria Luísa Barros, com a matéria “ESTUDAR VALE A PENA”, publicada no jornal O Dia (Rio de Janeiro).

TV Nacional:
Giuliana Girardi, Larissa Santana, Bruno Mauro, Gustavo Norlin, Eduardo Mendes e Evelyn Kuriki, com o trabalho “DO LIXO PARA A UNIVERSIDADE”, veiculado no programa Fantástico, da Rede Globo.

TV Regional:
Dayanne Oliveira, Cleíldo Azevedo, Diana Barreto, Ranniery de Souza e Marcelo Costa, com o trabalho “A EDUCAÇÃO DE NÍVEL SUPERIOR NO RIO GRANDE DO NORTE”, veiculado no Bom Dia RN, da InterTV (Natal – RN).

Rádio Nacional:
Edson Junior, com a série “E A UNIVERSIDADE BRASILEIRA: COMO VAI?”, transmitida pela Rádio Câmara (DF).

Rádio Regional:
José Renato Ribeiro, com o trabalho “FÁBRICA DE FALSOS ADVOGADOS”, transmitido pela Rádio Gazeta AM (Santa Cruz do Sul – RS).

Internet Nacional:
Raphael Gomide, com a série “FALTA DE ESTRUTURA IMPÕE FRACASSO A MEDICINA E ENGENHARIA DA UFRJ EM MACAÉ”, veiculada no portal IG.

Internet Regional:
Flávia Martins y Miguel, Aline Medeiros, Fernando Carvalho, João Miranda, Douglas Magno, Alex de Jesus, Fausto Araújo e Sidnei Mesquita, com o trabalho “A FAVELA VAI À UNIVERSIDADE”, veiculado no portal O Tempo Online (Belo Horizonte-MG).

Durante a entrega dos troféus, os vencedores agradeceram o reconhecimento de seus trabalhos e destacaram a importância do Prêmio Estácio de Jornalismo. O repórter Edson Junior, da Rádio Câmara, de Brasília, vencedor na categoria Rádio Nacional, destacou a presença crescente de profissionais portadores de necessidades especiais – ele, próprio, um deficiente visual – nas redações de todo o país. Raphael Gomide do Portal iG, ganhador na categoria Internet Nacional, destacou a importância de uma premiação voltada para estimular a produção de matérias e a discussão sobre o ensino superior. Giuliana Girardi, vencedora da categoria TV Nacional, do Fantástico, da TV Globo, disse esperar que casos como apresentados por ela na reportagem – duas mulheres simples que chegaram ao ensino superior – não sejam mais exemplos pontuais, mas uma rotina para muitos brasileiros de classes menos favorecidas.

Nesta edição, o Prêmio Estácio de Jornalismo distribuiu um total de R$ 68 mil em premiações. Para cada prêmio regional foi destinada a quantia de R$ 7 mil reais, e os vencedores da categoria nacional receberam o valor de R$ 10 mil. Todos os vencedores receberam, além do prêmio em dinheiro, um certificado alusivo à premiação e um troféu.

Os vencedores foram escolhidos pela Comissão Julgadora do Prêmio Estácio de Jornalismo – Edição 2012, composta por: Affonso Romano de Sant’Anna, cronista, escritor, poeta, doutor em Letras e ex-presidente da Biblioteca Nacional; Augusto Nunes, colunista da revista Veja on line e vencedor de quatro prêmios Esso; Deonísio da Silva, escritor, doutor em Letras pela USP e pró-Reitor de Cultura e Extensão da Universidade Estácio de Sá; Gilberto Dimenstein, jornalista, colunista da Folha de S. Paulo e da rádio CBN, conquistou dois prêmios Esso e integra uma incubadora da Universidade de Harvard; Ilona Becskeházy, consultora da Fundação Lemann e comentarista de educação da rádio CBN; José Luis Laranjo, diretor do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do município do Rio de Janeiro e coordenador geral do curso de Comunicação Social da Universidade Estácio de Sá; Maristela Mafei, sócia-fundadora do Grupo Máquina PR, especialista em gestão de reputação e estratégia de comunicação e autora de livros voltados para a área de comunicação corporativa; e Ricardo Boechat, jornalista, âncora da Band e da rádio BandNews, colunista da revista IstoÉ e vencedor de três prêmios Esso.

Sobre a Estácio

Um dos maiores e mais conceituados grupos de ensino superior da América Latina, a Estácio foi fundada há 42 anos. A instituição, presente em todas as regiões geográficas do Brasil, possui cerca de 4 mil funcionários, um corpo docente de 7,5 mil professores e 260,8 mil alunos matriculados. Formada por 33 instituições de Ensino Superior, entre Universidades, Centros Universitários e Faculdades, está presente em 19 estados. Com um total de 72 campi, a instituição oferece diversos cursos presenciais e a distância de Graduação Tradicional, Tecnológica e Licenciatura nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas. Dispõe, também, de cursos de Pós-graduação lato-sensu presenciais e a distância, cinco cursos de Mestrado e três cursos de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação), avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (Capes), além de cursos de extensão e educação corporativa.

A Estácio mantém parcerias acadêmicas com a Ecole Hôtelière de Lausanne (Hotelaria suíça), a Alain Ducasse Formation (Gastronomia francesa) e a Universidade de Coimbra (Direito em Portugal). Um dos principais diferenciais da Estácio é a oferta personalizada de material didático aos alunos, sem custo adicional. São capítulos integrais das melhores obras para cada disciplina e curso, com o pagamento integral dos direitos autorais. Em 2011, o material didático começou a ser disponibilizado para novos alunos em tablets. Saiba mais em www.estacio.br.